Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Tascas

Tascas e Petiscos: Quando o nome é meio caminho andado

LUIS VIDIGAL

Pode acontecer que um estabelecimento que se anuncie como tasca ou taberna, não o seja na realidade. Pode ser assim por uma questão de posicionamento de marca mais do que pela condição propriamente dita. E depois há sítios que não só não enganam, como fazem questão de anunciar logo no nome aquilo a que se dispõem. Estas são apenas 10 dos mais de 350 locais identificados no guia “Tascas e Petiscos” by Boa Cama Boa Mesa, à venda, com o Expresso, desde 18 de novembro.

BLB – Bifanaria
A sigla BLB significa “Braga Loves Bifana” e sintetiza o amor dos locais pelas bifanas, em especial nas festas de São João. Aproveite o menu Para Regalar, que inclui quatro “regalos”, que é como quem diz rojões, moelas, pataniscas e presunto ou cogumelos, com uma bifana a acompanhar (€10). Uma casa simpática, descontraída e com ambiente familiar, onde ainda se pode fazer uma refeição rápida a preços sempre em conta.
Largo da Senhora a Branca, 95, Braga. Tel. 253 138 965

Casa das Bananas
Abriu na década de 70 como armazém de venda de bananas. Para atrair clientes, o dono começou a servir Moscatel ao balcão. Hoje, em Braga, é uma tradição de Natal passar pela Casa das Bananas para cumprir o ritual no dia da Consoada. Para beber há as espirituosas do costume, para comer só mesmo bananas.
Rua do Souto 26, Braga. Tel. 253 262 681

Snack-Bar Gazela – Cachorrinhos da Batalha
Fica quase escondido numa rua ao lado do Teatro Nacional de São João, mas é fácil de encontrar, porque normalmente há filas e agitação à porta para conseguir um lugar lá dentro. Percebe-se, porque na pequena sala só existe um balcão, em forma de meia-lua. Naturalmente, os 14 lugares são escassos para tanta procura, mas com paciência sempre se encontra um banquinho. A especialidade do Snack-Bar Gazela, como já se percebeu, são os cachorros quentes (€3,20) e o segredo está no pão, comprido, torrado por dentro, com uma salsicha e uma linguiça picante, que se ligam com fatias generosas de queijo. Depois são servidos aos pedaços, cortados como se de um enchido se tratasse. Acompanham com tremoços ou amendoins e com uma cerveja de pressão.
Travessa Cimo de Vila, 4, Porto. Tel. 222 054 869

Snack Bar Pica-Pau
Seria de imaginar que a especialidade deste bar na praia da Vagueira fosse o pica-pau, e é. Tudo certo. Mas este é só um dos muitos petiscos disponíveis na carta do Snack Bar Pica-Pau. O hambúrguer, de tamanho e sabor generoso (€3,80), partilha o estrelato, a par das lulinhas recheadas, das asinhas de frango picantes e das saladas de orelha (€3), ovas (€4) e polvo (€3,50). As travessas com as sugestões do dia (mais que muitas) estão à vista no balcão.
Avenida Claudino Santos Costa, Praia da Vagueira, Vagos. Tel. 234 796 032

Zé das Iscas
Facilmente se adivinha que a especialidade aqui são as iscas. Servidas em doses generosas e que dão para duas pessoas. Mas quem não goste do sabor forte, pode sempre optar pelas febras ou pela entremeada, também contempladas na carta do Zé das Iscas. Cada dose custa €7.
Rua Miguel Bombarda, 18, Celorico da Beira. Tel. 271 742 586

Casa das Caralhotas
Foi buscar o nome a um tipo de pão caseiro onde se servem as bifanas na região de Almeirim, mas há muito mais para provar na Casa das Caralhotas. Imperdíveis são as queixadas de porco no forno, a dobrada com feijão branco e o pernil.
Estrada de Coruche Lote 99, Almeirim. Tel. 243 595 772

Casa de Sandes do Cozido
Imagine-se o festim de carnes que compõem uma travessa clássica de cozido à portuguesa e transponha-se tudo isso para dentro de um pão. É o que acontece na Casa de Sandes do Cozido. Deixam-se de fora as batatas e o arroz mas de resto, cenoura incluída, faz tudo parte da sandes de cozido que deu fama a esta casa (€2). Pelo mesmo preço há bifanas com molho especial, prego no pão e pão com chouriço.
Mercado Municipal, Avenida Tenente Coronel João Luís de Moura, Loja 30, Torres Vedras. Tel. 915 973 335

O Rei do Bucho
Há muitas formas de servir a especialidade da casa, o bucho, um petisco tradicional. Pode ser servido ao natural (€3,75), de coentrada (€4,25) frito (€5) ou grelhado (€5) e produzido na casa. Na ementa do Rei do Bucho há também saladas de ovas ou de polvo.
Avenida Alberto Valente, 68, Palmela. Tel. 212 353 331

João das Cabeças
Taberna conhecida pelas afamadas cabeças de borrego (€4,50). São serradas, barradas com alho e sal, polvilhadas com pimenta e regadas com banha e vinagre. No João das Cabeças Chegam à mesa acabadas de sair do forno e têm como regra única não deixar nada por comer. Peça um canivete para facilitar o processo.
Rua da Aclamação, 60, Castro Verde. Tel. 286 322 317

Tasca da Galinha Frita – Dinis
Pode ser inteiro (€9), às metades (€4,50), ou então “à peça” (€1,20), tendo em conta que, aqui, cada frango tem oito partes. Aproveite a esplanada improvisada, uma vez que a Tasca da Galinha Frita - Dinis, que não é uma banca de comida nem um restaurante propriamente dito, é móvel e segue religiosamente o calendário das festas populares da ilha terceira, nos Açores. Também há bifanas e torresmos.
Tel. 914 594 834

(Texto publicado no Expresso Diário de 16/11/2017)

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!