Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Passeio em Família: Big Bang Festival anima Lisboa

São dez anos de muitos ritmos musicais que se celebram nesta edição do Big Bang Festival, o Festival de Música e Aventura para crianças e jovens, mas também para os adultos que os acompanham.
Da música antiga ao jazz, da clássica à contemporânea, com passagem por instalações, malabarismo e oficinas para toda a família, tudo está a postos para receber os seus ilustres visitantes: os mais jovens membros da família.

A nível musical, um destaque especial para os Zonzo Companie, da Bélgica, grupo fundador deste Festival, que este ano traz até nós o espetáculo Thelonious, onde um baterista, um pianista e um baixista transportam os seus espetadores até uma viagem por Nova Iorque, na primeira metade do século XX. Também pelas suas mãos, em conjunto com os Ictus Ensemble, podemos assistir a “Le Grand Ballet”, onde a música e a dança nos conduzem até Versalhes, no ano de 1751, ao salão privado do Rei Sol, onde decorre um ritual especial. Neste grande espetáculo também o público pode ser convidado a dançar...

Pneumaphone”, da belga Logos Foundation, conta a história de um homem que teve a brilhante ideia de ligar almofadas de ar a instrumentos de sopro. Cabe agora ao público pular sobre estas almofadas e fazer música nunca ouvida.

O compositor e performer Nuno Cintrão leva até ao CCB, “A Floresta de Sons”, uma instalação interativa com instrumentos musicais e objetos sonoros construídos a partir de diferentes materiais, que vão desde troncos de árvores a garrafas de plástico. Também com coordenação musical de Nuno Cintrão, destaca-se o projeto “Embaixadores Big Bang”, que todos os anos integra este Festival, e que desta vez nos traz jovens músicos repórteres que, além de entrevistarem os artistas, equipas e público, irão fazer pequenas atuações durante os dois dias de evento.
Amoura” é uma outra instalação interativa, com aquela que será, possivelmente, a maior sanfona do mundo, onde miúdos e graúdos são convidados a entrar, para uma experiência sensorial e criativa, tocando dentro e fora do gigante instrumento.

Vivências Musicais e Performativas”, dos portugueses Paulo Morais e Marco Santos, é uma oficina que ensina a montar instrumentos musicais invulgares e a aprender a usá-los de forma criativa e envolvente. Ao longo da oficina, os formadores irão criar composições musicais em conjunto com os participantes e ajudá-los a estimular o seu lado performativo. No final, o resultado desse trabalho será apresentado numa pequena apresentação em que todos os participantes poderão pôr em prática o conhecimento adquirido.

O Big Bang Festival é um projeto internacional que envolve parceiros de vários países, com edições a decorrer em nove países europeus.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!