Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Passeio em Família: 40 dias de festa em Viseu

É uma das maiores e mais importantes do país. Na Feira de São Mateus tudo impressiona. A começar pela sua grandeza. Um recinto com 75 mil metros quadrados, 40 dias de festa, mais de um milhão de visitantes, 17 concertos musicais e ainda stand-up comedy, artesanato, exposições, tasquinhas, folclore, concursos, desportos e muitos divertimentos que transformam a Feira de São Mateus numa grande feira popular. Aliás, na realidade, mais do que uma simples feira, esta é uma cidade que todos os anos nasce dentro da cidade de Viseu, mais precisamente no Campo de Viriato.

Para este ano – a feira decorre entre 8 de agosto e 15 de setembro -, a organização esmerou-se uma vez mais no cartaz musical, contando com a presença pela primeira vez em palco de um elenco de luxo composto por Carolina Deslandes (dia 9 de agosto), Fernando Daniel (dia 14 de agosto) e os artistas Piruka e Jimmy P (dia 30 de agosto). Mas outros grande nomes da música portuguesa têm já passagem garantida por ali. É o caso de Richie Campbell, Mariza, Pedro Abrunhosa, Gipsy Kings, Natiruts, Ludmila, David Carreira ou Xutos & Pontapés, só para citar alguns dos nomes mais sonantes. Os bilhetes para os espetáculos (com preços variados, tendo em conta o artista) podem também ser adquiridos online na página da Feira de São Mateus, ou na Blueticket. O Passe Geral custa €40. Os bilhetes diários oscilam entre €3 e €7,50.

A abertura dos festejos, a 8 de agosto, conta com um grande fogo-de-artifício e a partir daí a festa não para até 15 de setembro. No palco principal, para além dos grandes nomes de música já referidos e outros, pode também assistir a exibições de folclore, à atuação de tunas, de orquestras e bandas tradicionais, ou até desfiles de moda e concursos. Os Top Genius, Nuno Markl e Vasco Palmeirim, também vão parar em Viseu (dia 13 de setembro) para pôr todos a rir.

As atividades desportivas e lúdicas também têm um cariz importante no âmbito da Feira de São Mateus, com experiências paralelas ligadas ao ciclismo, voos de helicóptero, basquetebol, futsal, voleibol, andebol, ténis, atletismo, futebol, hóquei em patins, xadrez, hipismo, pesca e até artes marciais. Os mais aventureiros têm muito por onde se divertir, sendo este ano a grande atração uma nova Roda Gigante com 30 metros de altura, o dobro da usada em 2018.

Para quem gosta mais de comer e beber, argumentos não faltam para dar um pulinho à feira. As guloseimas como as farturas, pipocas ou o algodão doce já são da praxe, mas existe também uma área generosa de restauração, onde pode experimentar diversos pratos e petiscos da região e não só. A novidade este ano em termos gastronómicos vai para um doce, o “São Mateus”, criado pelo chefe Diogo Rocha, do premiado restaurante Mesa de Lemos, e que é feito com maçã Bravo de Esmolfe, tília e avelãs de Viseu.

A Feira de São Mateus, a mais antiga da Península Ibérica realiza-se sempre no mês de agosto, conta já com 626 anos e uma fama além-fronteiras que leva ao recinto gentes de todos os locais. Criada pela Carta de Feira concedida pelo rei D. João I, começou por chamar-se Feira Franca de Viseu, tinha início em maio e já durava um mês. Ainda no reinado de D. João I, a feira passou a realizar-se no dia de São Jorge (23 de abril) e foi transferida para Vila Nova, onde existia uma capela dedicada ao santo.

Como referência de localização, Viseu situa-se a 290 km de Lisboa e a 130 km do Porto.

Este artigo conta com o apoio Galp app EvoDriver. A app Galp EvoDriver acompanha-o nas suas viagens.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!