Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Vida

Somos loucos por Rooftops

Lisboa sempre foi “linda de morrer”. Mas, chegou uma nova moda e pegou. Graças a uma hotelaria pujante, e, com o verão a começar, ei-los por todo o lado. São terraços panorâmicos, chamam-lhes rooftops, e ninguém lhes fica indiferente. São, contas feitas, mais um sinal da força do turismo e, nós gostamos desta nova loucura…

Rossio Gastrobar


Do 7º piso do hotel Altis Avenida, olhamos o Castelo de São Jorge, o elevador de Santa Justa e toda a Baixa Pombalina. O Rossio Gastrobar é um terraço com uma componente gastronómica muito vincada, assinada por João Rodrigues (Feitoria), Chefe do Ano 2016 Boa Cama Boa Mesa e Estrela Michelin. Da carta destaca-se Tártaro de Arouquesa com Caviar (€20) e a Cavala com Maçã Pepino e Aipo (€12). Nos cocktails (a partir de €12), da autoria de Flavi Andrade, as sugestões recaem no Orange, feito de laranjas e vinho Madeira, e o Basil, com tequila e infusão de manjericão. De quinta-feira a sábado, há DJ. (Todos os dias 12h30 à 01h00).
Rua 1º de Dezembro, 118. Tel. 210440018)

Sky Bar By Seen


10 anos após a inauguração do Sky Bar Lisboa, localizado no 9.º Piso do Tivoli Avenida Liberdade, local que marcou muitos verões na cidade, assim como a tendência dos rooftops na capital portuguesa, o Sky Bar By Seen
surge renovado e estabelece uma parceria com o espaço Seen Lisboa by Olivier. Para “picar” (a partir de €7) as opções passam, por exemplo, pelo célebre Wagyu Burger (€20), o Taco de Peixe (€12) e os Croquetes de Cordeiro (€10). A carta de cocktails é de Lucas Jaques, Head Bartender do bar do Seen, com propostas como o famoso Moscow Mule (€12) de Olivier, reinterpretado por Jaques. Existe ainda um private lounge, exclusivo para membros do Clube Seen, situado na parte superior do Sky Bar. (Todos os dias das 17h00 à 01h00).
Av. da Liberdade, 185. Tel. 213198642

Level Eight


No edifício Fenícios Castilho, onde funciona o restaurante de cozinha libanesa, cujo proprietário é o mesmo do Level Eight, chegamos a um rooftop, cuja particularidade é o foco nos cocktails (€8) com a bebida italiana Disaronno, “que tem conquistado cada vez mais adeptos”, garante Machal El Dib, o proprietário. Adiantando também que passaram a utilizar “apenas palhinhas comestíveis”. A comida libanesa servida no Fenícios Castilho assume maior destaque no Level Eight, por exemplo com os wraps, o Falafel (€7), com kabis, pickle libanês de pepino selvagem e molho tahini, e, o Shawarma (€8), frango marinado, alface, kabis e tahini, mas também “os pequenos petiscos libaneses como o KIbbé, o Lahm bel ajin e a Batata Harra” (a partir de €4), diz Machal El Dib. (Todos os dias, das 17h00 às 02h00).
Rua Castilho, 14 C. Tel. 932111111

V Vintage Hotel


Redecorado, oferece toda uma nova atmosfera, em jeito de oásis urbano, com ambiente inspirado na selva, rodeado de plantas e tons ocre no mobiliário, fazendo sobressair o jardim vertical. O V situa-se na zona de São Mamede no topo do Vintage Hotel, e oferece uma vista panorâmica sobre Lisboa, com a particularidade de poder admirar alguns “bastidores” de palácios do Príncipe Real e, nesta altura, as copas dos jacarandás em flor. No V há refeições leves para partilhar, sendo o local perfeito para relaxar e conversar com os amigos. Há petiscos (a partir de €3,75) e cocktails (desde €9). Como novo spot de verão, o V Rooftop será animado por DJ às quintas, sextas-feiras e sábados, das 18h00 às 22h00. (Todos os dias, das 11h00 às 00h00h.
Rua Rodrigo da Fonseca, 2. Tel. 210405400

Mundial Rooftop & Lounge Panoramic Bar


Quando estamos no rooftop do Hotel Mundial, parece que basta estender a mão para tocar no Castelo de São Jorge. É um dos melhores terraços panorâmicos de Lisboa, com vista total sobre a zona histórica de Lisboa. Boa música, petiscos e cocktails (ambos a partir de €8) e está composto o cenário perfeito para viver a “Saison de 2019”. Às sextas-feiras, das 18h30 às 21h00 acontecem as sunset parties no Mundial Rooftop & Lounge Panoramic Bar. Os fins de tarde descontraídos com música ao vivo, também das 18h30 às 21h00, são uma boa maneira de repor energias. Aos domingos, duas vezes por mês, há ioga, às 10h00, mas convém reservar antes de ir. (Todos os dias, das 16h00 às 23h30).
Praça do Martim Moniz, 2. Tel. 218842000

Õkah


Este é o rooftop do LACS, o edifício onde funciona o cowork, que se denomina uma comunidade de criadores. Foi precisamente no topo deste edifício que se instalou o restaurante Õkah, cujo terraço é obrigatório, estando na Rocha Conde d’Óbidos, avistando pequenas embarcações de todas as cores e com a outra margem do Tejo a piscar o olho, assim como a Ponte 25 de Abril. A cozinha de fusão começa logo no petisco, por exemplo no Suimono de amêijoas (€4,50), mas há várias propostas para partilhar como Camarão ao alho picante (€9) ou o Escabeche da costa (€10). (Todos os dias, das 16h00 às 02h00.
Rocha Conde Óbidos. Tel. 914113272

Rio Maravilha


A estátua do artista plástico Leonel Moura abre os braços ao Cristo Rei, que se avista do outro lado da margem quase em linha reta. Tudo é fusão por aqui, desde o ambiente industrial e criativo aos estilos das pessoas que se misturam, assim como a música tropical que convive com a tecno, ou ainda um certo ambiente bas-fond e a perspetiva romântica para o rio. No último piso do edifício do Lx Factory, onde funcionava a Companhia de Fiação e Tecidos Lisbonense, parece que estamos a um passo da Ponte 25 de Abril. A comida do Rio Maravilha
é de fusão também. Pode provar um Donut de pato e maionese de alho tostado (€3,50) ou um Tutano na brasa com mostarda e mizunas (€7). . Os cocktails de autor (€9), como o Bannalamond Hooch, Hurry Curry e Summerbreeze são imperdíveis. (Terça-feira, das 18h00 às 02h00, de quarta-feira a sábado, das 12h30 às 02h00, e domingo, das 12h30 às 18h00).
LX Factory, Rua Rodrigues Faria, 103, entrada 3, piso 4. Tel. 966028229

Ferroviário
Reabriu com nova decoração e programação, ainda em 2018. A carta é assinada por Vítor Hugo (chefe do restaurante Peixola). Tem vista total sobre o Rio Tejo, convidando a ver literalmente “os navios a passar”. Estando colado a Santa Apolónia, do rooftop do Ferroviário
também se vê uma paisagem de índole industrial, tanto pelas linhas de comboio como pelos contentores na margem do rio. Festas, DJ, jazz e manhãs de fitness e ioga são sugestões para todos os gostos que prometem animar o verão. Para petiscar conte com Gaspacho de morango com uva preta (€7), Queijo de cabra curado com espuma de melão (€8), Ostras ao natural (€3,5/ cada) e Vieiras coradas com creme de acelga e crocante de arroz (€18,50). Na carta de cocktails encontra Spritz (€7) e Mojito ( €10). (Quarta e quinta-feira, das 18h00 à 01h00, sexta-feira, das 18h00 às 03h00, sábado, das 17h00 às 03h00, e domingo, das 17h00 às 0h00).
Rua de Santa Apolónia, 59. Tel. 217651869

Este artigo foi originalmente publicado na edição do Expresso Diário de dia 27 de junho.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram