Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Blind: às cegas, com Vítor Matos, no novo restaurante do Torel Palace Porto

carlos vieira

Só num mundo de cegos as coisas serão como verdadeiramente o são”. Num tempo em que a gastronomia se desenha para fotografar e que cada prato deseja ser o mais fotogénico possível de modo a conquistar o seu lugar no Instagram, o novo restaurante do Torel Palace Porto, com abertura prevista para fevereiro, ensaia uma nova visão em que todos os sentidos são convocados a participar. Mais do que um restaurante, é uma experiência, que tem por base uma das obras mais emblemáticas do Nobel da Literatura português, "Ensaio sobre a Cegueira" - "Blindness" na versão inglesa - de José Saramago.

Curioso quando se sabe que o “Blind Master”, que é como quem diz, o arquiteto da carta do espaço, é Vítor Matos, um chef que prima pela experiência visual dos seus pratos elaborados, esteticamente elevados e apostados em trabalhar ingredientes tradicionais de modo requintado.

“O Blind é uma aventura”
Tal como Saramago dominou com mestria a escrita sem pontuação, também Vítor Matos tem por objetivo concentrar-se noutros aspetos da alta cozinha para além da visão, com o objetivo de “surpreender todos os sentidos”, esclarece Ingrid Koeck, uma das proprietárias. O conceito, “não é só sobre não ver, vai muito para além disso”, sublinha. Quem se senta à mesa deve estar preparado para tudo, mas, principalmente, para ser surpreendido. “Auscultadores para ouvir o som de abelhas” ou uma bicicleta no meio do restaurante para servir o pão são, para já, os detalhes revelados sobre o espaço que será “escuro”, de modo a intensificar a experiência.

O conteúdo dos menus de dez e 12 momentos, que vão chegando à mesa destacando uma particularidade do prato, é sempre uma incógnita. Pode ser despertado o “aroma, sons ou cheiros intensos”, adianta Ingrid sem identificar o conteúdo de qualquer uma das 50 opções desenhadas por Vítor Matos, que vão rodando entre si, comprometidas com a sazonalidade e também, claro, com o elemento surpresa, determinante para a experiência. Cruzando tradição e modernidade, privilegiam-se, como é apanágio do chef, os produtos frescos da época e da região. Será “cozinha portuguesa conectada com o mundo” define Ingrid.

Disponíveis apenas ao jantar - ao almoço o espaço vai funcionar com uma carta “convencional” -, o Blind apresenta dois menus, de dez e 12 momentos, totalmente surpresa, em que cada prato introduz uma nova sensação, despertando sentidos como a audição, o olfato e o tato, antes mesmo de chegar ao palato. Haverá igualmente dois “Blind Dates”, harmonizações vínicas, a partir da extensa carta de néctares portugueses e estrangeiros. Para os vegetarianos, contemplados no menu de comidas, a carta inclui também vinhos biológicos e biodinâmicos.



Este tributo a uma das mais emblemáticas obras do Nobel da Literatura português, José Saramago, segue o conceito do Torel Palace Porto (rua de Entreparedes, 40, Porto. Tel. 226001927), cinco estrelas que presta homenagem a alguns dos mais ilustres escritores lusos, a quem se dedicam cada um dos 24 quartos e suítes. Com abertura prevista para fevereiro próximo, o hotel, instalado no Palacete Navarro, edifício emblemático originário de 1861, dispõe ainda de um Skin Life Spa e uma piscina exterior.

À semelhança do que é habitual nos espaços do grupo Torel Boutiques, que tem no Porto, também, o Hotel Torel Avangarde e o Torel 1884 Suites & Apartments e, em Lisboa, o Torel Palace, o edifício vai conservar muitos detalhes de época, como os tetos trabalhados, e promete oferecer uma atmosfera entre o requinte da época original do palacete e o luxo e conforto contemporâneos.

É que vocês não sabem, não o podem saber, o que é ter olhos num mundo de cegos”.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!