Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Mesa

Restaurante Vimieiro: Tradição à mesa junto ao rio Alva

Quem habitualmente vê televisão, reconhece de imediato a praia fluvial do Vimieiro, presença constante nos últimos tempos no pequeno ecrã. O espelho de água formado por uma pequena represa foi um dos símbolos da série “Bem-vindos a Beirais”, que durante mais de 600 episódios retratou a mudança de vida de um lisboeta para um Portugal profundo, que afinal de contas, podendo ser qualquer aldeia do interior, era apenas a mistura cinematográfica de várias localidades.

O restaurante Vimieiro foi um dos locais escolhidos para gravar algumas cenas exteriores desta série de sucesso. O rio Alva, que corre ao lado, foi argumento suficiente para que se tornasse um símbolo nacional e é, também, uma das razões pelas quais se justifica uma visita à Praia Fluvial do Vimieiro. No entanto, o maior dos segredos está dentro de portas, neste restaurante discreto com vista para o rio que todos os dias se empenha em levar à mesa sabores regionais e receitas, algumas com apontamento de inovação, outras com base em tradições ancestrais, herdadas de geração em geração.

A carta do restaurante Vimieiro (Praia Fluvial do Vimieiro, Penacova. Tel. 934 569 871) é simples, curta, mas cheia de sabor. As entradas variam com as estações, bem como os pratos especiais, como o Arroz de míscaros, mas habitualmente, há sempre à disposição o Arroz de Tamboril (€25), para duas pessoas, Bacalhau Assado (€12) e à Vimieiro, frito com cebolada e batata frita, e ainda fartas Pataniscas de Bacalhau (€8,50). O Polvo é servido à Lagareiro (€12), sendo igualmente, e para grande surpresa, apresentado “À Doce” (€12,50), com mel de produtores locais. Do rio saltam ainda para a mesa as Trutas grelhadas (€9).

A localização no centro de Portugal faz com que seja quase obrigatório que no restaurante Vimieiro haja, por encomenda, o Bucho recheado (€8,50), uma especialidade com raízes seculares, habitual nas aldeias por altura da matança do porco, e que consiste apenas em rechear o estômago do animal com as melhores carnes, arroz, vinho tinto, sangue, sal e algumas especiarias. Ainda no campo da tradição e também por encomenda, há Cabrito assado no forno (€12,50).

Para os verdadeiros apreciadores, o restaurante Vimieiro sugere também uma Cabidela de Galo (€9), Codornizes fritas com cebolada (€9) e a “clássica” Chanfana (€9), feita de carne de cabra velha com vinho tinto, cozinhada lentamente em forno a lenha. O Javali com castanhas (€10) é outras das especialidades, bem como a Posta (€12,50), feita à moda da casa. Nas sobremesas a variedade é grande, com destaque para a doçaria regional, como o Leite-creme, a Tigelada e o Arroz doce.

Nos dias mais quentes, aproveite a sombra das árvores e a magnífica esplanada, junto às águas fresca do Rio Alva.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook, no Instagram e no Twitter!