Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Cama

Douro Delux: 12 hotéis imperdíveis em tempo de vindimas

Luis Ferraz

Tão diferentes entre si partilham a panorâmica bucólica comum a qualquer ponto da região e também o máximo conforto e a atenção ao detalhe. Clássicos ou acabados de abrir, mas sempre exclusivos, estes são alguns dos mais charmosos hotéis do Douro onde pode experimentar os contrastes únicos da região, entre o rude e desafiante terroir e o máximo luxo.



Quinta do Pessegueiro
É difícil imaginar que entre a adega de arquitetura e design arrojados e as margens do rio, após mais de um quilómetro de terra batida, curvas e contracurvas entre vinhas, aguarda serena uma mansão tranquilamente sobranceira ao rio. Refúgio de luxo, a Quinta do Pessegueiro ((Ervedosa do Douro, São João da Pesqueira. Tel. 254422081) é casa de férias do francês Roger Zannier e também espelho da sua paixão pelo Douro. Para o público estão disponíveis apenas oito quartos (desde €1.000), que pode transformar no seu refúgio privado por uma noite, sentando-se ao piano, apreciando as vistas ou a muita arte que dá vida à ala de visitas. Fora de portas ganham especial interesse as provas de vinhos, os passeios pelas vinhas ou de barco entre outros mimos que completam uma experiência singular.

Casa do Rio
O projeto é da autoria de Francisco Vieira de Campos e impressiona na paisagem agreste o edifício de linhas direitas, no entanto perfeitamente enquadrado na Natureza. A Casa do Rio (Quinta do Orgal, Castelo Melhor, Vila Nova de Foz Côa. Tel. 254318081) tem apenas seis quartos (desde €225) e foi construído em xisto, escondendo no interior luxo e comodidade. Guarda ainda uma piscina contemplativa e uma localização ímpar, perfeita para descobrir dois Patrimónios da Humanidade atribuídos pela UNESCO, o Alto Douro Vinhateiro e o Vale do Côa, considerado como “o mais importante sítio com arte rupestre paleolítica ao ar livre”. Esta unidade é um projeto da conhecida Quinta do Vallado.



Quinta Nova Luxury Winery Hotel
O Patamar Kitchen da Quinta Nova (Quinta Nova de Nossa Senhora do Carmo, Covas do Douro, Sabrosa. Tel. 254730430), um terraço, contíguo à sala de provas, com uma vista deslumbrante sobre o rio, é a mais recente novidade desta emblemática quinta. Recentes são também o museu, onde a tradição do Douro Vinhateiro se mostra em todo o seu esplendor, instalado mesmo ao lado da sala de provas e da loja de vinhos, que vem rejuvenescer este hotel, localizado numa encosta sobranceira ao rio, entre vinhas e oliveiras. Conta com 11 elegantes quartos (desde €170) e um excelente restaurante vínico. Aproveite o transporte de barco e a subida de jipe, que reduzem a duração da viagem de forma substancial.

Quinta de São Bernardo - Winery & Farmhouse
Excelente enoturismo, entre a linha de caminho-de-ferro, as vinhas e o rio Douro, abre apenas entre abril e outubro. A Quinta de São Bernardo (Caminho do Rio, 33, Vila Jusã, Mesão Frio. Tel. 967293773) tem sete quartos (desde €185) e duas brilhantes villas, com decks, piscinas privadas e sun beds. A vista sobre a vinha e o rio deslumbra! Descontração e luxo discreto pautam os luminosos terraços, as salas de estar e o bar. A varanda é outro paraíso, recebendo jantares com a lua à mostra. A adega é visitável e todos os dias são feitas provas de vinhos. Utilize as bicicletas, canoas e material de Stand Up Paddle.



Six Senses Douro Valley
Esta é uma unidade singular, discretamente instalada nas margens do Douro, numa propriedade repleta de história e cujo futuro se apresenta ainda mais radioso nos dez novos quartos, a juntar aos 60 já disponíveis (desde €240), recentes apartamentos e a um sem-fim de novas valências com destaque para o Spa, com 10 salas de tratamentos, perfeitas para revigorar corpo e mente. Não prescindindo do luxo e do requinte, torna-se cada vez mais marcante a aposta na sustentabilidade através das boas práticas ambientais. Cada um dos quartos do Six Senses Douro Valley (Quinta do Vale Abraão, Samodães, Lamego. Tel. 254660600) atinge a elegância e a sumptuosidade que incitam a vontade de regressar a este paraíso, onde a atenção sublime a cada um dos pequenos detalhes é trabalhada pela direção e pelos colaboradores, para que cada estada se torne única. O hotel conquistou uma Chave de Ouro, na edição 2019 do Guia Boa Cama Boa Mesa.

Quinta da Côrte
Com oito charmosos quartos (desde €170) e laivos de “magia”, a Quinta da Côrte (Quinta da Côrte, Valença do Douro, Tabuaço. Tel. 964536200) estende-se por 30 hectares que abriram ao público como enoturismo em 2018. Construiu-se uma nova adega de design (cuja visita é altamente recomendada), com sala de provas. Os materiais usados para erguer os espaços respeitam a região e o “toque francês” faz o resto. Admire os objetos antigos, as carpetes artesanais, os azulejos da mesa da cozinha, a porcelana da Costa Nova e a cestaria “casando” com quadros e a obra de Joana Vasconcelos. Colha fruta das árvores, espreite os animais e partilhe refeições típicas. Aproveite as massagens, sofás, biblioteca, sirva-se de café, chá ou bolo caseiro. Caminhe entre as vinhas até à piscina infinita, em xisto, e adormeça à sombra do sobreiro, com o som da água da mina a cair... Sorria com os produtos frescos ao pequeno-almoço e a vista épica no terraço.


Vintage House Hotel
Pertence à categoria de hotéis emblemáticos e não podia ser de outra forma com esta morada de sonho, junto ao rio Douro e às mais ilustres quintas. Um luxo ao alcance de poucos... Pode chegar de carro, comboio (a Estação do Pinhão é ao lado) e até de barco, saindo no cais. O Vintage House Hotel (Rua António Manuel Saraiva, Pinhão, Alijó. Tel. 254730230) tem 47 quartos (desde €135) renovados e com vista para o rio. Recuperou-se uma charmosa casa do século XIX, mantendo alguns dos traços. No exterior há uma piscina e campo de ténis. Prove a gastronomia cuidada do Restaurante Rabelo e faça uma prova de vinhos.

Quinta da Gricha
Primeira regra: abrandar... Segunda: sintonizar com a beleza vinhateira... Propriedade da Churchill’s, esta quinta vive ao seu ritmo e foca-se nas experiências autênticas, despertando os sentidos. Na Quinta da Gricha (Quinta da Gricha, Ervedosa do Douro, São João da Pesqueira. Tel. 254422136) combina-se a elegância dos espaços com a produção de vinhos únicos, que juntam a arte do blending a um terroir ímpar. A residência de charme (só para adultos) tem quatro suítes (desde €180), salas de estar e de jantar e uma bela varanda “debruçada” sobre as encostas durienses. Descubra o pátio, o recanto da piscina e marque provas de vinhos.

Quinta de La Rosa
Tudo faz sentido nesta adorável quinta, debruçada sobre o rio Douro. Reaproveita os espaços, atrai turistas, mas conserva a simplicidade. Dá a sensação de se estar em casa, mas em “modo” deslumbrante. A Quinta de La Rosa (EM 590, 215, Gouvães do Douro, Sabrosa. Tel. 254732254) pertence à família Bergqvist desde 1906 e produz Vinhos do Porto e de mesa, que pode conhecer em visitas à adega e em provas. Os 27 quartos (desde €135) dividem-se entre a ala principal, a Casa Amarela e a Casa de Lamelas (ambas têm novos quartos). Prove a gastronomia de raiz portuguesa do restaurante Cozinha da Clara ou aproveite as pizzas com sabor a Douro no novo Tim’s Terrace.

Quinta dos Murças
Depois do Alentejo, o Esporão viu nesta Quinta dos Murças (Covelinhas, Peso da Régua. Tel. 934550006), na margem direita do Douro, cenário para vinhos distintos. Reestruturou a vinha, construiu uma nova adega e abriu cinco elegantes quartos (desde €120) ao enoturismo. Mas é a participação nas rotinas diárias da quinta que torna a experiência genuína – da utilização da cozinha à cultura do vinho. Deleite-se à beira da piscina, na sala de estar ou na varanda virada para o rio, num passeio pelos jardins ou durante uma refeição tradicional. Marque uma visita com passeio pela vinha, adega e cave de envelhecimento e prova de vinhos. Na época das vindimas, participe na pisa. Esta quinta é vizinha da linha de caminho-de-ferro, estação e cais de Covelinhas, abrindo a possibilidade de uma viagem diferente em que o carro fica em casa.



The Wine House Quinta da Pacheca
Esta quinta secular amadurece e cria pontos de interesse. O sucesso dos 10 wine barrels permite adormecer “namorando” as vinhas e as estrelas. Juntam-se aos 15 quartos do hotel (desde €130) a capela, a sala-museu, as salas de eventos, a loja, os lagares em granito e a cave de envelhecimento. Faça uma visita guiada e, depois, prove a ementa do restaurante, que serve produtos durienses e os vinhos da marca. Na The Wine House Quinta da Pacheca (Rua do Relógio de Sol, 261, Cambres, Lamego. Tel. 254331229) vão nascer 24 quartos e um Spa, com piscina interior e exterior, sauna, jacuzzi e banho turco. A última aposta é o “Atelier d’Or”, da responsabilidade do artista plástico transmontano Óscar Rodrigues, um espaço concebido para que os visitantes testem a veia artística e marquem para a posteridade a sua passagem pelo Douro e pela Pacheca.

Quinta de Ventozelo
Só abre em outubro este alojamento que é uma experiência imersiva na essência do Douro, e que por isso merece uma referência. “Country chic”, a Quinta de Ventozelo (Ervedosa do Douro, São João da Pesqueira. Tel. 254732167) desdobra-se em diferentes tipologias. Além dos 29 alojamentos (desde €140) que sublinham, na sua simplicidade elegante, a deslumbrante paisagem revelada fora de portas, a emblemática quinta abre as portas ao enoturismo com um Centro Interpretativo, provas e visitas à vinha, uma loja e mercearia e um restaurante que ocupam parte dos 400 hectares da extensa propriedade. Os originais Balões, outrora usados para armazenamento do vinho, concorrem com a Casa do Rio, mesmo em cima do Douro, a Casa do Feitor, onde vivem 6 quartos, a Casa do Laranjal, com cinco duplos, a Casa Romântica, com suíte dupla, os Cardanhos, antigos alojamentos para os trabalhadores da vindima, com sete quartos, e a Casa Grande, com 6 duplos e piscina própria.

Este artigo foi originalmente publicado na edição do Expresso Diário de dia 19 de setembro 2019.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!