Boa Cama, Boa Mesa

Siga-nos

Perfil

Perfil

Boa Cama

Pousada do Crato: um mosteiro convertido em hotel de charme

Era uma vez um mosteiro convertido em hotel de charme escondido na pequena aldeia de Flor da Rosa, a poucos quilómetros da vila do Crato, onde o Alentejo se mostra ainda profundo, genuíno e surpreendentemente despovoado.

A chegada ao antigo mosteiro da Flor da Rosa é anunciada logo na rotunda à entrada da aldeia - não é difícil vislumbrar uma torre medieval que rasga a paisagem dominada por casas térreas e de faixa amarela que tentam, sem sucesso, esconder a obra grandiosa que é a Pousada do Crato.

Da sua história secular recorda-se o facto de ter sido berço de D. Nuno Alvares Pereira, o Condestável, que ali terá nascido. Desses tempos, sobreviveram diversas áreas do edifício original, mantendo a raiz medieval e a estrutura gótica. Foi na década de 40 do século passado que se iniciou a sua recuperação, mas a verdadeira remodelação só aconteceu pela mão do arquiteto Carrilho da Graça, que assina a obra magnífica que transformou o mosteiro num hotel de luxo. Não foi consensual, como quase nada é em Portugal, acrescentar uma visão contemporânea a um edifício histórico. Houve quem tivesse preferido vê-lo convertido em palácio com camas de dossel, tapeçarias pesadas nas paredes, carpetes com mais metros quadrados do que seria possível contar, porcelana centenária e outras peças de valor incalculável que se imaginam a decorar um mosteiro-castelo.

Mas não. Carrilho da Graça preferiu, e muito bem, lavar a cara do edifício deixando-o brilhar por si só e, por isso mesmo, “livrando-se” dos excessos decorativos defendidos por outros. Nascia, assim, em 1995, a Pousada Mosteiro do Crato como a conhecemos hoje: imponente, moderna, fiel à sua história e poiso seguro de quem procura uns dias de descanso no silêncio alentejano sem abdicar do conforto e requinte que se espera de um hotel de excelência.

Aos 11 quartos do edifício principal, o do mosteiro propriamente dito, acrescentaram-se outros 13, numa ala edificada de raiz para aumentar a oferta do hotel (desde €120). É nessa mesma ala que se encontra o Spa, com sala de tratamentos, sauna, banho turco e zona de relaxamento numa pequena piscina iluminada pela luz natural das janelas rasgadas no chão. Cá fora, para os dias em que o calor aperta a sério - que é praticamente durante todo o verão - é obrigatório ir intercalando entre a piscina e a esplanada à sombra, ótima para apreciar o pôr do sol na companhia de uns petiscos e vinho da terra.

No restaurante da Pousada Mosteiro do Crato, para além das especialidades regionais do costume, não deixe de provar o famoso Tecolameco, um doce tradicional desta zona do Alentejo, mas aqui apresentado com uma cobertura de calda de açúcar e decorado com pérolas prateadas.

Acompanhe o Boa Cama Boa Mesa no Facebook e no Instagram!